Juventude de Cascavel

Juventude, a hora é agora!


Somos combatentes do povo. Jovens conscientes que se baseiam nos fundamentos de Marx e Lênin para defender os estudantes e trabalhadores. Jovens que estudam a realidade local, nacional e mundial e acreditam que o internacionalismo é uma das chaves para a mudança dessa sociedade medíocre, onde o capital grita as regras, e o povo sofre as consequências. Fazemos parte de uma Juventude que luta por Cultura, Educação, Saúde e Transporte de qualidade e ao acesso de todos. Que luta pela Revolução!

Nós somos a União da Juventude Comunista que há mais de 83 anos participa de lutas, dá voz aos jovens e encara os desafios pela ruptura do sistema capitalista. Quando foi fundada, em agosto de 1927, a UJC se comprometeu em organizar, formar politicamente e mobilizar para as lutas os jovens trabalhadores explorados e oprimidos em busca de uma alternativa para a sociedade capitalista. A tarefa foi aceita e não houve vacilo.

Os primeiros passos da Juventude Comunista foram dados em momentos de grande movimentação política em todo o Mundo. No Brasil, por exemplo, havia uma fascistização do Estado com Getúlio Vargas, o que levou a Juventude Comunista a participar da Conferência Nacional de Estudantes Antifascistas e a realizar grandes mobilizações. A UJC viria a participar ainda de outros movimentos políticos de luta ideológica e conflito de classe e de defesa do patrimônio do povo brasileiro.

No movimento estudantil, a Juventude teve papel fundamental na criação da UNE, a União Nacional dos Estudantes, em dezembro de 1938. Na campanha “O Petróleo é Nosso!”, na ditadura, na redemocratização do país lá estavam os Jovens Comunistas lutando. Enfim, foram várias batalhas encampadas pela Juventude que consolidaram a União da Juventude Comunista durante todos esses anos de história.

Porém, a UJC também sofreu os efeitos do século XX.  A queda do muro de Berlim, o fim do Bloco Socialista do Leste Europeu e da União das Repúblicas Socialistas, provocaram um abalo na estrutura de organização e ação política dos Comunistas Revolucionários, que acabou abalando também, a União da Juventude Comunista. Mas, o Partido Comunista Brasileiro e sua juventude não poderiam deixar de existir onde ainda houvesse os problemas gerados pelo capitalismo, como a injustiça, a exploração do homem pelo homem, o trabalho escravo, as relações humanas medíocres, o individualismo e outros fatores sociais que prejudicassem a classe trabalhadora.

No limiar do século XXI, a União da Juventude Comunista vem, mais uma vez, seguindo as lutas tradicionais dos Comunistas brasileiros, mobilizar-se contra o imperialismo mundial exercido pelos EUA e seus tentáculos vestidos de Nações. Lutando pela soberania do povo oprimido, pela soberania nacional, pela consolidação da América Latina e principalmente de alguns países que resistem contra a pressão estadunidense e de seus “parceiros”, e pelo patrimônio natural do povo brasileiro.

No campo, em apoio aos lutadores do povo, pela terra, pela reforma agrária e o grande movimento que resiste contra o latifúndio e sua violência e agressão ao camponês e a todo o trabalhador brasileiro. Na luta pela defesa dos direitos da classe trabalhadora que é bombardeada pelo monstro capitalista, resultado da especulação financeira e do neoliberalismo.  Por fim, na luta a favor de uma Universidade Popular, feita para o povo e que a ele sirva.

O histórico apresentado mostra o quanto estamos próximos dos ideais dos companheiros de 1927, porém, ao mesmo tempo temos nossas características atuais. Por isso, nos mantemos atualizados sem perder a essência que há décadas faz parte da UJC, que tem como objetivo organizar a juventude trabalhadora, estudar a realidade do povo e lutar pela revolução socialista.

Em Cascavel, a UJC estará presente onde houver injustiça, desigualdade, opressão, arbitrariedades do capitalismo e do coronelismo local. Nós nos baseamos nas três frentes gerais de lutas, definidas no V Congresso Nacional da UJC, o movimento estudantil, o movimento de jovens trabalhadores e o movimento cultural, buscando através destas intervir com qualidade e potência no seio da Juventude.

Localmente temos como bandeira, incentivar a cultura popular cascavelense; lutar por uma saúde de qualidade; pelo fim do “tarifaço” do transporte público, que nivela o acesso da população ao transporte coletivo; pela defesa do Meio Ambiente, em especial da bacia do Rio Cascavel, rio-símbolo da nossa cidade; pela conscientização política da Juventude; pela Educação; pelos Jovens Trabalhadores; pela Universidade Popular; pela reforma agrária; pela democratização da comunicação. A Juventude Comunista de Cascavel também lutará pela formação de frentes anticapitalistas e anti-imperialistas locais, visando consolidar forças pela Revolução.  Nossa luta é formada pela Juventude e para ela.

Lênin com suas sábias palavras disse: “É justamente à juventude que incumbe a verdadeira tarefa de criar a sociedade comunista”. Já o revolucionário Che Guevara afirmou: “O Alicerce fundamental da nossa obra é a juventude”. A hora é agora!

Ousar lutar, Ousar Vencer!

UJC – Cascavel.

Militância começa com estudo

Mire-se no exemplo desses estudantes:

Curso de formação para os jovens comunistas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s